3
Shares
Pinterest Google+

O médico Dário Saadi (Republicanos), 57 anos, foi eleito neste domingo (29) prefeito de Campinas, ao derrotar no segundo turno o deputado estadual Rafa Zimbaldi (PL), 39. Saadi obteve 57,07% dos votos válidos.

O candidato a prefeito Dário Saad (Republicanos) e Wanderlei Almeida (PSB), o Wandão, candidato a vice, fizeram corpo a corpo com a população e discursaram do alto de um caminhão de som no centro de Campinas na manhã desse sábado, 28. Foto: Renato César Pereira/CP

O prefeito eleito, que disputou a eleição com o apoio de outros quatro partidos em sua chapa (DEM, MDB, PSB e PSL), também recebeu apoio do atual prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), de quem foi secretário de Esportes.

Pitaco do RCP:

  • O prefeito eleito recebeu 222 mil votos (26%) dos 843 mil eleitores aptos a votar.
  • Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), 111.587 eleitores decidiram anular os votos e 45.524 votaram em branco no segundo turno.
  • Além dos brancos e nulos, a cidade também bateu o recorde de abstenções. Na eleição deste domingo, 297.297 campineiros deixaram de votar – um percentual de 35,25%.
  • Fechando a conta: 111.587 (nulos) + 45.524 (brancos) + 297.297 (abstenções) = 454.408 eleitores (54% ) não se sentem representados no pleito de 2020.

Previous post

Desmatamento da Amazônia sobe 9,5% e atinge 11 mil km2

Next post

Covid-19: para especialistas, medidas mais restritivas demoraram a vir em SP; entenda o que mudou

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *