Home»Pitaco do RCP»“Nova Canção do Exílio”

“Nova Canção do Exílio”

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+
A Parábola dos Cegos (em neerlandês: De parabel der blinden) é uma pintura do artista do Renascimento flamengo Pieter Bruegel, o Velho, concluída em 1568.

Nova Canção do Exílio

Minha terra tem topeiras
Que não sabem argumentar.
Arriscando a vida alheia
Por preguiça de pensar.

É melhor no céu uma estrela
Que nos túmulos mais flores.
O meu voto é pela vida!
Com suas tribos, raças, cores.

Mas cismam que o açoite,
É a forma de mudar!
Minha terra tem topeiras,
Que não param pra pensar.

Terra que viu os horrores
De um regime militar.
Em cismar, sozinha, à noite,
Me proponho a questionar:
Como multidões inteiras
Acham que o certo é matar?!

Não permita Deus que eu morra,
Sem poder rememorar
As prisões, lutas e dores
Que tentaram me calar.
Meu nome é Democracia,
Me escolha ao votar!”

Por Lorena Ribeiro Damasceno

Post Anterior

É bom "jair" chapando por aí...

Próximo Post

Mensagem subliminar

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *